domingo, 24 de janeiro de 2016

Encerrando o Blog

Estou encerrando o blog porque estou divorciando. Por enquanto não tenho mais motivos para querer ser mãe. 

Um comentário:

  1. Olá Ariana, bom dia.

    Também tenho endometriose profunda e como você já fiz uma "arruma" de exames e tratamentos, incluindo 3 inseminações artificiais. Gastei dinheiro e tempo, pois nada adiantou. Estou na luta para não definir a minha existência na busca de ser mãe. Essa é minha cruz e vou carregá-la. Eu e meu esposo somos casados há 9 anos e decidimos não fazer a FIV por enquanto. Conhecemos mais de 10 países, sendo os próximos destinos o México ou a Venezuela. Vale a pena lutar pelo sonho de ser mãe. Vale a pena também deixar a vida nos levar. Já me disseram de tudo, inclusive que "toda mulher DEVE ser mãe" ou "A gente não pode ter tudo". Mas diante disso tudo, sei que superar isso, assumir as limitações, reforçar as fortalezas, viver a vida (de fato!) com mais leveza, aceitando algumas coisas que simplesmente acontecem e que nem sempre queremos, curtir muito o hoje e ser contente com o que se tem é um potente combustível para seguir em frente. A vida passa muito rápido e as frustrações estão aí para não deixar a gente prosseguir e ressignificar nossa existência. Se a gente for pensar que toda mulher "DEVE" ser mãe, então, o que nasceu surdo pensará que todos deveriam ouvir, o que nasceu cego dirá que todos deveriam enxergar, a criança no orfanato gritará que toda criança tem que ter um lar com pai e mãe, e por aí vai. Mas a verdade é que a vida é como ela é: com alegrias, sofrimentos, ganhos, perdas, sucesso e alguns planos fracassados. Aprender a viver é justamente conseguir equilibrar tudo isso e seguir em frente com contentamento e aproveitando ao máximo esta vida, que apesar das lutas, é muito boa de ser vivida. Estou tentando aprender a viver isso. Cada dia é um desafio a ser vencido, e a principal luta que travo é na minha mente, para não desacreditar que podemos ser felizes e contribuir com a felicidade dos que estão ao nosso redor mesmo não realizando um dos vários sonhos pessoais que temos. Na verdade, a maioria dos projetos que temos conseguimos realizar, às vezes, um ou outro não dá certo, mas temos que seguir em frente e sonhar novos sonhos, não gastando tempo excessivo com aquilo que já se mostrou que não é para nós.

    Desejo a você força, coragem e muita alegria nesta nova fase de sua vida. Que sua vida seja repleta de muitas aventuras e estórias para você rir e contar.

    Grande beijo.
    Kelly Alves

    ResponderExcluir